Uma Jogada de Mestre

Santos bate São Caetano em jogo movimentado

16 FEV 2018
16 de Fevereiro de 2018

Os torcedores que foram na Vila Belmiro, na noite da última quarta (14), acompanhar a partida entre Santos e São Caetano, pela sétima rodada do Paulistão, saíram satisfeitos com o resultado e com o bom futebol praticado por ambas as equipes, principalmente no primeiro tempo, com muitas chances de gol. O Peixe venceu por 2 a 0.

Com o resultado, o Alvinegro Praiano volta a ficar na liderança do Grupo D, com 11 pontos. O Azulão continua na lanterna do Grupo B e na classificação geral, com quatro pontos. 

Daniel Guedes desarma Vinícius Kiss (Foto: Alex Ricardo / Rádio Imigrantes FM)

Bola rolando

A primeira etapa foi de um jogo intenso e com muitas oportunidades de gols para ambos os times, apesar da chuva constante. A fraca campanha do time do ABC passava a imagem de que o time se fecharia na defesa. SQN! A primeira chance de gol veio após cobrança de falta, batida por Alex Reinado, no ângulo esquerdo de Vanderlei, que teve de espalmar para evitar o gol adversário. A resposta do Peixe foi em um rápido contra-ataque, em que Gabriel quase marca para o Santos. 

Chiquinho se prepara para bater falta para o Azulão (Foto: Alex Ricardo / Rádio Imigrantes FM)

Noite dos goleiros na Vila

O Santos voltou a assustar o time azulino em duas oportunidades seguidas, com o zagueiro David Braz. Na primeira, recebe cruzamento de Jean Mota e chuta de esquerda, para bela defesa de Helton Leite; na outra, Daniel Guedes cruza, e o zagueiro cabeceia para nova defesa de Helton Leite. Copete também testou o goleiro do Azulão ao chutar forte no meio do gol. Helton Leite afastou novamente.

A jogo era lá e cá. Os comandados do técnico Pintado utilizavam as duas laterais para chegar ao gol defendido por Vanderlei.  Chiquinho se livrou de dois marcadores e chutou rasteiro no canto esquerdo, o goleiro santista espalmou para escanteio. O atacante Marlon também tentou vazar o gol alvinegro, chutando no meio do gol, para mais uma defesa do santista.

Vanderlei pula para fazer defesa (Foto: Alex Ricardo / Rádio Imigrantes FM)

Goolll do Peixe!

Jean Mota descola passe para Copete na direta. O Colombino avança e ajeita pelo meio. Lucas Veríssimo, de cabeça, manda para o gol, aos 33 minutos: 1 a 0.

A chuva não afastou os mais de 4 mil torcedores que compareceram ao Urbano Caldeira (Foto: Alex)

Reestreia com gol e beijo no gramado da Vila

Com menos de um minuto da etapa final, Eduardo Sasha, que estava apagado no primeiro tempo, faz lindo lançamento para Gabigol, se livrar da marcação e chutar cruzado, para fazer o primeiro gol no retorno à Vila Belmiro. 2 a 0. Na comemoração, o atacante revelado no clube, ajoelhou-se e beijou o gramado.

Após tomar o segundo gol, o Azulão não se entregou. Alex Reinaldo cobra escanteio, e Ferreira tenta de cabeça no canto baixo. Vanderlei espalma com a mão esquerda.

Torcedores do Azulão também compareceram na Vila Belmiro (Foto: Alex Ricardo / Rádio Imigrantes FM)

O retorno de Vitor Bueno

Jair Ventura promoveu a entrada de Vitor Bueno, aos 35 – o meia estava afastado há oito meses por causa de uma grave lesão no joelho direito. Ele quase marca o seu, após excelente arrancada de David Braz do sistema defensivo, e passe na esquerda para Gabriel. O atacante manda um bolão no meio para Vitor Bueno entrar na área e chutar no canto esquerdo. Helton Leite faz mais uma linda defesa. 

Vitor Bueno troca passes com Gabigol (Foto: Alex Ricardo / Imigrantes FM)

Diz aí...

Os mais de 4 mil torcedores que foram à Vila Belmiro viram um belo jogo, com muitas chances de gol e um Santos que aos poucos vai sendo ‘modelado’ pelo técnico Jair Ventura. Pelos lados do time da Grande São Paulo, houve uma melhora significativa na maneira da equipe se comportar dentro de campo, com jogadas mais ousadas e consistentes.

Destaque final: O Peixe volta a campo no próximo domingo (18), às 17h para o clássico San-São, diante do Tricolor Paulista, no Morumbi. Jair Ventura deve escalar a quinta dupla de zaga diferente, com Lucas Veríssimo e Gustavo Henrique, já que David Braz levou o terceiro cartão amarelo.  O Azulão por sua vez, recebe a Ferroviária, no sábado (17), às 19h, no Anacleto Campanella, em SCS.

Ficha técnica

Santos: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Caju (Arthur Gomes); Alison, Jean Mota (Matheus Jesus), Vecchio (Vitor Bueno); Eduardo Sasha, Copete e Gabriel. Técnico: Jair Ventura

São Caetano: Helton Leite; Alex Reinado, Sandoval, Max, Bruno Recife; Esley (Ferreira), Vinícius Kiss, Diego Rosa (Rafael Costa) e Chiquinho; Ermínio (Paulo Vinícius) e Marlon. Técnico: Pintado

 

Gols: Lucas Veríssimo 33’1T e Gabigol aos 01’2T

Cartões amarelos: David Braz (Santos); Chiquinho e Alex Reinaldo (São Caetano)

Árbitro: Vinicius Furlan

Assistentes: Vitor Carmona Metestaine e Herman Brumel Vani

Quarto Árbitro: Daniel Carfora Sottile

Público/Renda: 4.165 torcedores / R$ 92.490,00

 

p/ Manuel Leiria / Rádio Imigrantes FM

Voltar

 Uma Jogada de Mestre