Uma Jogada de Mestre

Portuguesa empata com São Caetano e garante vaga na segunda fase da Copa Paulista

03 SET 2017
03 de Setembro de 2017

A antepenúltima rodada da Copa Paulista marcou o encontro da líder Portuguesa e do vice-líder São Caetano, pelo Grupo 3, em jogo realizado no sábado (02/09), no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, e o placar final ficou no 1 a 1.

Com o ponto conquistado no ABC, a Lusa garante de forma antecipada a classificação para a próxima fase da competição estadual, além de se manter na liderança do Grupo 3, com 24 pontos. O Azulão segue na vice-liderança, com 23 pontos, e pode garantir presença na fase seguinte já na próxima rodada, quando enfrenta o Nacional.

Bola rolando

O São Caetano fez um excelente primeiro tempo, mas foi para o intervalo com a igualdade no placar: 1 a 1.

Logo no início da partida, o Azulão mostrou que poderia derrotar seu adversário com toque de bola envolvente e jogadas em velocidade, principalmente com o atacante Ermínio.

Ermínio deu trabalho ao sistema defensivo da Lusa (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Régis foi o primeiro a testar o goleiro lusitano, com chute forte de fora da área; Douglas espalma e manda a bola para escanteio. Depois foi a vez do camisa 9 entrar pela direita, driblar o goleiro, mas perdeu o ângulo. Ainda conseguiu cruzar para o meio da área, porém, Gabriel Silva rebate para longe.

Outra boa oportunidade para os donos da casa foi quando Alex Reinaldo fez fila ao se livrar dos marcadores e cruzou para trás; Carlão chuta e Douglas faz linda defesa.

O primeiro lance perigoso da Portuguesa veio no chute cruzado de Guilherme Queiróz, para defesa Paes. No rebote, Júnior Lemos chuta fraco e o goleiro segura firme. Na sequência, Marcelinho Paraíba cobra escanteio fechado e obriga Paes a espalmar a bola por cima do gol.

Técnico Luís Carlos Martins observa disputa de bola próxima ao centro do gramado (Foto: Alex Ricardo)

Goolll do Azulão

Ermínio infernizou a zaga lusitana. Aos 13 minutos, driblou Gabriel Silva, deixando o zagueiro sentado na grama, e chutou no canto esquerdo de Douglas. A bola tocou na trave antes de ir para o fundo do gol. 1 a 0. O atacante é o artilheiro da competição com dez gols.

Substituição e melhora de rendimento

Antes do 30, PC Gusmão sacou o atacante Júnior Lemos e colocou Maicon. Até aquele instante, o time pouco chegava ao ataque. Mas após a mudança, os jogadores reduziram o espaço do time do ABC e começaram a criar jogadas mais agudas.

Azulão domina o primeiro tempo e desperdiça muitas chances para marcar (Foto: Alex Ricardo)

Empate da Lusa

Aos 39, Paulo Fernando cruza da direita para o meio da área. Guilherme Queiróz cabeceia no canto direito do goleiro Paes. 1 a 1.

Volta do intervalo

Pensando em evitar uma possível expulsão do camisa 3, que havia se desentendido com o atacante Ermínio, e levado cartão amarelo, o técnico da Lusa promove a entrada de Marcão. Mais tarde foi a vez de Romário substituir Altemar.

Nos primeiros minutos do retorno do intervalo, Régis chuta de longa distância, e a bola passa raspando o travessão do goleiro lusitano. Porém, parou por aí. Nenhum dos times conseguiu produzir jogadas ofensivas que resultassem ao menos em perigo de gol. Muita disputa e jogo centralizado no meio de campo.

O segundo tempo foi muito truncado sem chances de gol (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Diz aí...

O São Caetano merecia ter ido para o intervalo com pelo menos um gol de vantagem no placar, visto o bom futebol praticado na primeira etapa. Por sua vez, o time do Canindé mudou a postura após a primeira alteração, e conseguiu neutralizar as ações ofensivas do oponente. No segundo tempo, os times praticaram um péssimo futebol.

Destaque final - Faltando duas rodadas para o final da primeira fase da Copa Paulista, em que apenas os 4 primeiros colocados de cada grupo se classificam, o Azulão volta a campo no próximo sábado (09/09), às 15h, na Comendador Souza, encarando o Nacional. Já a Lusa, joga no domingo (10/09), às 10h, no Canindé, diante do Taubaté. 

Ficha técnica

São Caetano: Paes; Alex Reinaldo, Sandoval, Magrão e Bruno Recife; Paulinho Santos, Régis, Norton (Daniel Bueno) e Daniel Costa (Paulo Vinícius); Carlão e Ermínio. Técnico: Luís Carlos Martins

Portuguesa: Douglas; Paulo Fernando, Gabriel Silva (Marcão), Rodolfo e Altemar (Romário); Jonatas Paulista, Guilherme Queiróz, Dedé e Marcelinho; Franklin e Júnior Lemos (Maicon). Técnico: PC Gusmão

 

Gols: Ermínio 13’1T (São Caetano); Guilherme Queiróz 39’1T (Portuguesa)

Cartões amarelos: Paulinho Santos, Daniel Bueno e Ermínio (Azulão); Gabriel Silva, Rodolfo e Dedé (Lusa)

Árbitro: Kleber Canto dos Santos

Assistentes: Risser Jarussi Corrêa e Patrick André Bardauil

4º árbitro: Tarciano Jose de Lima

p/ Manuel Leiria/Master Esporte
Voltar

 Uma Jogada de Mestre