Uma Jogada de Mestre

Água Santa bate Portuguesa e vira vice-líder na Copa Paulista

10 AGO 2017
10 de Agosto de 2017

No complemento da 7ª rodada da Copa Paulista, a Portuguesa recebeu o Água Santa, no estádio do Canindé, na noite da última quarta-feira (09/08), e acabou derrotada pelo placar de 1 a 0.

Com a vitória, a equipe do ABC toma a vice-liderança da Lusa, e soma 14 pontos, um atrás do líder São Caetano. A Portuguesa permanece com 13 pontos e cai para terceiro no Grupo 3.

Bola rolando

Os donos da casa começaram a partida mantendo a posse de bola, e tendo certa facilidade em realizar jogadas pelas laterais. Porém, erravam muitos passes, dando a oportunidade do oponente marcar o gol inaugural, além de esbarrarem na excelente postura defensiva do Netuno.

Goleiro Erivelton trabalhou pouco na partida (Foto: Alex Ricardo / Master Esporte)

Paredão diademense

O time comandado pelo técnico Mauro Fernandes abusou do expediente de levantar a bola na área adversária. Todas as vezes em que a bola era alçada em direção ao gol defendido por Erivelton, o sistema defensivo do Água Santa rebatia para longe de sua área.

A falta de criatividade dos principais articuladores da Lusa: Marcelinho Paraíba e Guilherme Queiroz, consagravam a tática defensiva do visitante.

Melhores chances

Ainda no primeiro tempo, o time diademense quase marcou em três oportunidades. A primeira em boa arrancada de Romarinho, pela esquerda, se livrando do marcador e chutando cruzado rente a trave esquerda de Ricardo Berna. O atacante Gabriel Duarte, que atuou mais na armação das jogadas do Netuno, também desperdiçou duas chances para abrir o placar. Em uma dessas oportunidades, de frente para o gol e livre de marcação, furou no momento do chute.

Aos 43 minutos, o árbitro Leonardo Ferreira Lima expulsou Da Matta, por ter visto uma cotovelada em Júnior Lemos, deixando o time diademense com um homem a menos.

Torcida Leões da Fabulosa incentiva a Lusa até o final da partida (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Nada mudou...

O segundo tempo começa do mesmo jeito que o primeiro: a equipe rubro-verde tendo maior posse de bola e abusando dos levantamentos em direção à meta de Erivelton, enquanto que o Água Santa jogava por uma bola, já que estava inferior numericamente.  

Novamente, foi o Netuno que teve uma chance real para marcar. Romarinho cobra falta da esquerda, os zagueiros Marcelo e Luizão aparecem livres para quase marcar, se não fosse o toque providencial do camisa 3 Gabriel para escanteio.

Romarinhos decidem o jogo

Aos 35, Gabriel Duarte recebe a bola pelo lado direito, dentro da grande área, e sofre empurrão de Romarinho. Pênalti marcado para o Netuno. Romarinho, do Água Santa, converte no canto direto do goleiro Ricardo Berna. 1 a 0.

Time diademense vence e toma a vice-liderança da Portuguesa (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Diz aí...

Após o gol, a Portuguesa seguiu ‘martelando’ o gol de empate, mas a falta de efetividade na criação das jogadas decretou o segundo revés da Lusa na competição e, coincidente, no estádio Dr. Oswaldo Teixeira Duarte (Canindé).

O jogo foi fraco tecnicamente, mas demonstrou que o time dirigido pelo técnico Jorginho, possui um sistema defensivo muito consistente. Destaque na partida para a dupla de zagueiros: Luizão e Marcelo.

Destaque final – O Água Santa começa o returno da competição visitando o Nacional, na Comendador Souza, no próximo sábado (12/08, às 15h). Na primeira rodada, os times empataram sem gols, no estádio do Inamar, em Diadema. Já a Lusa visita a xará de Santos, no domingo (13/08, às 10h), no estádio Ulrico Mursa. Também em jogo realizado na primeira rodada, as Portuguesas se enfrentaram, no Canindé, e a Lusa venceu a Briosa por 1 a 0.

Ficha técnica

Portuguesa: Ricardo Berna; Paulo Fernando (Alex Murici), Gabriel, Bruno Oliveira e Franklin; Jonatas, Dedé (Bruno Duarte), Marcelinho Paraíba e Júnior Lemos (Luizinho); Guilherme Queiroz e Romarinho. Técnico: Mauro Fernandes

Água Santa: Erivelton; Genilson, Luizão ©, Marcelo e Zeca; Ronaldo (Serginho), Da Matta, Erick e Gabriel Duarte (Cícero); Romarinho e Anderson Bartola (Felipe). Técnico: Jorginho

Gol: Romarinho 35’2T (pênalti p/Água Santa)

Cartões amarelos: Luizão e Gabriel Duarte (Água Santa)

Expulsão: Da Matta (Água Santa)

Árbitro: Leonardo Ferreira Lima

Assistentes: Mauro André de Freitas e Fernando Afonso Gonçalves de Melo

4º árbitro: Givaldo Alves dos Santos

Público/Renda: 814 torcedores / R$ 10.590,00

p/ Manuel Leiria / Master Esporte
Voltar

 Uma Jogada de Mestre