Uma Jogada de Mestre

São Bernardo avança às oitavas da Série D em jogo de reviravoltas

16 JUL 2017
16 de Julho de 2017

A decisão de quem passaria às oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D, entre São Bernardo e Metropolitano-SC, reservou muitas emoções e mudanças no placar até o apito final do jogo, realizado no último sábado (15/07), no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, e vencido pelo Bernô em cobrança de pênalti, muito contestado pelo adversário, mas revertida nos pés de Vinícius Kiss, dando números finais ao confronto e vaga assegurada na fase seguinte da Série D: 3 a 2.

Bola rolando

A partida teve início com muita disposição entre as equipes, porém, fraca tecnicamente e com raras chances de gol, como a bola no travessão, em cobrança de falta de Francismar.

Bernô abre o placar

Vinícius Kiss inicia jogada pela esquerda e descola lindo passe para Johny, que se livra do marcador e chuta cruzado, para grande defesa do goleiro José Carlos. No rebote, Kiss escora para o fundo do gol, abrindo o placar, aos 42 minutos, para o Tigre do ABC. 1 a 0.

Segundo tempo das surpresas

 Os times voltam para a segunda etapa sem modificações, exceto a alteração efetuada ainda no primeiro tempo pelo Metropolitano, com a contusão do atacante Marcos, e a entrada de Henrique.

Com a vantagem no placar, o São Bernardo se fechou e ficou explorando os contra-ataques. Por sua vez, o Verdão do Vale continuava errando muitos passes e tentando jogadas sem sucesso. Mas, de tanto tentar, aos 29, Henrique faz boa jogada pela esquerda e passa para João Paulo chutar na saída de Luiz Daniel, que defende parcialmente, e a bola fica em um bate-rebate até que o volante Renan faz o gol de empate. 1 a 1. Até aí, a vaga iria ser decidida nas penalidades.

Após o gol de empate, o técnico Wilson Jr. coloca Luiz Felipe no lugar de Fernando. O time volta a crescer e tem seguidas chances de voltar à frente no placar, mas esbarrava na marcação ou errava nas finalizações.

Tigre volta a marcar

Aos 34, Luiz Felipe recebe a bola pela direita, entra na área e se livra de Maurício, chutando rasteiro no canto direito de José Carlos para fazer o segundo do São Bernardo. 2 a 1.

Placar adverso, um homem a menos e o empate

O Metropolitano saiu em desespero para tentar a igualdade no placar, que lhe daria a vaga para a fase seguinte da competição. Porém, para aumentar a dramaticidade do jogo, o lateral-esquerdo Rodolfo, recebe o segundo cartão amarelo e é expulso.

Mesmo com um jogador a menos, os catarinenses pressionam os donos da casa e, em uma falta próxima ao bico direito da grande área, Jean manda a bola na segunda trave, para o zagueiro Elton escorar para o gol e empatar novamente: 2 a 2. Era o gol da classificação heroica, marcado aos 48 da segunda etapa.

Polêmica, tumulto e a virada final

O estádio estava mudo nesse momento. O São Bernardo dá nova saída de bola e Alvinho dispara pela esquerda, se livra do marcador e entra na área. Igor dá um carrinho e a bola toca em sua mão. O árbitro Pathrice Wallace Corrêa Maia marca pênalti.

O desespero muda novamente de lado. Inconformados, os jogadores do Metropolitano partem para cima do árbitro reclamando da penalidade marcada. O policiamento entrou ao gramado para acalmar os ânimos.

Após pênalti marcado, jogadores do Verdão do Vale partem para cima do árbitro (Foto: Alex Ricardo)

Depois do tumulto contornado, Vinícius Kiss foi para a cobrança: a bola “beija” o pé da trave esquerda e “morre” no gol de José Carlos: 3 a 2 aos 49 minutos e muita festa do torcedor do São Bernardo.

Vinícius Kiss converte a penalidade para o Bernô, nos acréscimos da partida (Foto: Alex Ricardo)

Não havia mais tempo para nada. Vitória merecida de um time superior ao adversário e que soube construir a classificação no primeiro jogo, em Blumenau, no empate em 1 a 1. O Metropolitano é um time fraco tecnicamente, porém, possui em seu elenco um jovem e promissor goleiro, de apenas 19 anos, que fez sua estreia pelo time profissional e não decepcionou. Além do meia Neto e do atacante Wellington, que possuem boa qualidade.

Apito final: festa pelos lados do Bernô e muitas reclamações do Metropolitano (Foto: Alex Ricardo)

Jogadores do Tigre do ABC comemoram com a torcida (Foto: Alex Ricardo)

Destaque final – O Bernô está a quatro jogos do acesso à Série C de 2018. Seu adversário nas oitavas é o São José-RS, que bateu o Brusque-SC por 1 a 0, no Passo D’Areia, em Porto Alegre, e se classificou com o placar agregado, pois marcou um gol na derrota por 2 a 1, no jogo de ida contra os catarinenses.

O time paulista possui melhor campanha, por isso, faz o segundo jogo no estádio Primeiro de Maia. 

Ficha técnica

São Bernardo: Luiz Daniel; Edvan, João Francisco, Thiago Gasparetto e Assis; Thiago César, Guilherme Noé, Vinícius Kiss e Francismar © (Willian); Johny (Alvinho) e Fernando (Luiz Felipe). Técnico: Wilson Jr.

Metropolitano: José Carlos; Igor, Maurício, Elton e Rodolfo; José Lucas, Jean, Renan (Eduardo Luiz) e Neto; Marcos (Henrique) e Wellington (João Paulo). Técnico: Isaque Pereira

Gols: Vinícius Kiss 42’1T e 49’2T, Luiz Felipe 34’2T (São Bernardo); Renan 29’2T e Elton 48’2T (Metropolitano)

Cartões amarelos: José Lucas, Rodolfo e Elton (Me4tropolitano); Edvan e Vinícius Kiss (São Bernardo)

Expulsão: Rodolfo – 2º amarelo aos 36’2T (Metropolitano)

Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)

Assistentes: Daniel do Espirito Santo Parro (RJ) e Luiz Antônio Muniz de Oliveira (RJ)

4º árbitro: Salim Fende Chavez (SP)

Público/Renda: 1.195 pagantes / R$ 9.830,00


p/Manuel Leiria


Voltar

 Uma Jogada de Mestre