Uma Jogada de Mestre

Santo André perde por 1 a 0 para o Criciúma e está fora da Copa do Brasil

16 FEV 2017
16 de Fevereiro de 2017

A estreia do Santo André na Copa do Brasil não foi como a torcida esperava. Perdeu por 1 a 0 para o Criciúma, que jogava pelo empate, e viu escapar a chance de passar à próxima fase. O novo regulamento da competição prevê que os confrontos das duas primeiras fases serão em jogo único. Com a classificação garantida, o Criciúma enfrentará a Associação Atlética de Altos, do Piauí, na segunda fase, jogando no Heriberto Hülse, em Criciúma, com data e horário a serem definidos pela CBF.

Bola rolando

O primeiro tempo começou com o Santo André atacando pelas laterais e levando perigo à meta adversária. A chance mais clara de gol para o Ramalhão foi nos pés do atacante Deivid, que entrou livre na pequena área e chutou em cima do goleiro Luiz. Em outro momento, Deivid voltou a sair cara a cara com Luiz, mas adiantou a bola, facilitando a defesa do goleiro.

     Fernando Neto disputa a bola com Douglas Moreira, do Criciúma (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Posse de bola

O Criciúma soube trabalhar bem as jogadas e ficar mais tempo com a bola nos pés. Inicialmente, não levava perigo ao gol defendido por Zé Carlos, mas depois da metade da primeira etapa, obrigou o goleiro adversário a fazer boas intervenções, como no chute cruzado de Caio Rangel e quando foi driblado pelo meia Douglas Moreira, fez a defesa fechando o canto do gol.

     O Criciúma soube controlar a partida e sair com a classificação do ABC (Foto: Alex Ricardo/Master)

O time anfitrião não teve forças para impor seu jogo e pressionar o time catarinense. Aliás, pelo contrário, deixou o time carvoeiro trabalhar a bola além do meio campo sem ser muito importunado.

Postura diferente

O Ramalhão voltou para o segundo tempo com a presença de Guilherme Garré no lugar de Deivid. O time melhorou por dez minutos, com boas jogadas ofensivas, como no chute cruzado do zagueiro Reniê, em que Luiz espalmou de mão trocada. Mas aos poucos o time dirigido por Toninho Cecílio voltou a ceder espaços para o Tigre catarinense e fazer faltas próximas da entrada da grande área. O atacante Caio Rangel deu muito trabalho para seus marcadores e também para Zé Carlos, e só não abriu o marcador porque o goleiro andreense defendeu chute cruzado pela esquerda. Douglas Moreira e Pitbull também tiveram chances para marcar, mas erravam na pontaria.

       Santo André ganhou força ofensiva com a entrada de Garré (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Gooolll do Tigre

Alex Maranhão entrou no lugar de João Henrique e, aos 38 minutos, após receber cruzamento de Caíque Valdívia, de frente para o gol, chuta rasteiro no canto esquerdo de Zé Carlos para fazer o gol da vitória.

O time do ABC quase empatou com Claudinho, após o meia sair livre de marcação e tentar encobrir o goleiro, mas o chute foi fraco e parou nas mãos do Luiz. Depois dessa jogada, não havia mais tempo para nada.

A conquista da vaga pelo time catarinense foi justa, pois controlaram bem a partida e mostraram presença constante no campo adversário. A decepção ficou por conta do Santo André, que não conseguiu realizar com sucesso a transição entre zaga, meio e ataque, além de não exercer pressão no time carvoeiro. 

Ficha técnica

Santo André: Zé Carlos; Cicinho, Reniê, Leonardo e Jean (Henan); Dudu Vieira, Fernando Neto, Claudinho e Eduardo Ramos (David Ribeiro); Edmilson, Deivid (Guilherme Garré) e Claudinho. Técnico: Toninho Cecílio

Criciúma: Luiz; Maicon Silva, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Moreira e João Henrique (Alex Maranhão); Caio Rangel (Pimentinha), Pitbull e Jheimy (Caíque Valdívia). Técnico: Deivid

Gol: Alex Maranhão 38’2T (Tigre)
Cartões amarelos: Douglas Moreira (Tigre), Fernando Neto e Dudu Vieira (Ramalhão)

Árbitro: Lucas Paulo Torezin - PR (CBF)

Assistentes: Pedro Martinelli Christino - PR (CBF) e Diego Grubba Schitkovski - PR (CBF)

4º árbitro: Adriano de Assis Miranda - SP (CBF)

Local: Estádio Bruno José Daniel, Santo André/SP

Destaque final - O Ramalhão faz o clássico do ABC contra o São Bernardo no próximo domingo (19/02), às 10h, no Bruno José Daniel, em Santo André. O Tigre volta a campo também no próximo domingo (19/02), às 19h30, no Heriberto Hulse, em Criciúma, contra o Almirante Barroso, pelo Campeonato Catarinense.

por Manuel Leiria

Voltar

 Uma Jogada de Mestre