Uma Jogada de Mestre

São Bernardo bate São Bento nos minutos finais: 2 a 1

14 FEV 2017
14 de Fevereiro de 2017

A primeira vitória do São Bernardo no Paulistão A1 ocorreu no último domingo (12/02), diante do São Bento, no estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo, pelo placar de 2 a1.

Com a vitória, o Bernô subiu para o segundo lugar no Grupo A, com três pontos. O São Bento permanece sem pontuar e na última posição (4ª) do Grupo C.

Bola rolando

O time do ABC começou pressionando o adversário em jogadas pelas laterais e, aos dois minutos, Eduardo cruza na medida para Walterson cabecear no canto alto do goleiro Rodrigo Viana e abrir o placar. 1 a 0.

O que parecia ser uma noite tranquila para a equipe dirigida por Sérgio Vieira, começou a desmoronar aos 11 minutos, após Morais descolar lindo passe para Clebson cruzar para a área, e Magrão escorar para o gol. Tudo igual. 1 a 1.

    Torcedores do Tigrão do ABC incentivam o time até o final do jogo (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Espaços ao adversário

Após o gol de empate, o Bernô pouco levou perigo à meta do goleiro do Azulão. Foi o time de Sorocaba que começou a rondar a área do Tigrão do ABC, principalmente em jogadas pela lateral-direita, com Bebeto e Clebson. Mas pecavam na pontaria ou esbarravam na trave, como no lance em que Fábio Bahia chuta no travessão do gol defendido por Daniel.

Clebson tenta marcar o gol para o São Bento (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Mesmo ritmo

A segunda etapa recomeça da mesma maneira que terminou a primeira, como o São Bento pressionando e ficando mais tempo com a bola. O goleiro do Bernô começou a trabalhar mais e fazer boas defesas, como na bola cabeceada pelo zagueiro Pitty.

    Torcida do São Bento comparece em bom número no 1º de Maio (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Mudanças que valeram

Sérgio Vieira percebeu a dificuldade no setor de criação de seu time e promoveu alterações, a principal foi a entrada do meia Marcinho, que deu novo ânimo ao time e maior tempo com a bola nos pés, com ataques constantes à meta de Rodrigo Viana.

O experiente atacante Edno começou a receber a bola com maior frequência, e em um cruzamento de Eduardo quase marca de cabeça, obrigando o goleiro adversário a espalmar a bola. 

        Edno tenta o gol de cabeça e Rodrigo Viana faz linda defesa (Foto: Alex Ricardo/Master Esporte)

Gol salvador

Aos 43 minutos, quando os pouco mais de dois mil torcedores já se preparavam para deixar o estádio com um empate, Marcinho se livra do marcador e cruza rasteiro para Edno escorar para o gol. 2 a 1.

O São Bento não possui um time ruim, porém, pagou um ‘preço’ alto por não conseguir traduzir em gols os momentos em que foi superior no jogo, e as três alterações promovidas pelo técnico Paulo Roberto deixaram o time pouco eficiente. Já pelos lados do Bernô, as substituições foram as responsáveis pela vitória.

Ficha técnica

São Bernardo: Daniel; Eduardo, Edimar, Anderson Conceição e Breno; Vinícius Kiss, Fellipe Mateus (Alyson), Rodolfo (Marcinho) e Rafael Costa (Patrick Vieira); Edno © e Walterson. Técnico: Sérgio Vieira

São Bento: Rodrigo Viana; Bebeto (Régis), Pitty, João Paulo e Marcelo Cordeiro (Denner); Fábio Bahia, Itaqui, Rena Mota e Clebson; Magrão (Jobinho) e Morais. Técnico: Paulo Roberto Santos

Gols: Walterson 2’1T e Edno 43’2T (São Bernardo); Magrão 11’1T (São Bento)

Cartões amarelos: Rafael Costa e Alyson (São Bernardo); Pitty e João Paulo (São Bento)

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Assistentes: Luís Alexandre Nilsen e Enderson Emanoel Turbiani da Silva

4º árbitro: Márcio Roberto Soares

Público/Renda: 2.162 pagantes / R$ 22.620,00

 

Destaque final - O Tigre volta a campo na próxima quinta-feira (16/02), às 19h30, encarando o Palmeiras, na Arena Allianz Parque, em São Paulo. Já o Azulão encara o Ituano, no Novelli Júnior, na quarta (15/02), às 17h.   

por Manuel Leiria

Voltar

 Uma Jogada de Mestre